“Reavaliar sua atuação nos rumos da vida social”

ent1222 “Movimento social em retrato” é a exposição que conta a história do trabalhador através do acervo de 19 sindicatos da Região Sudoeste. Fruto de pesquisas do Laboratório de História Social do Trabalho da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Lhist/Uesb), a exposição começa no dia 26, no Memorial Régis Pacheco. A professora Rita Pereira, que coordena o projeto, fala sobre o assunto.

Qual a idéia desse projeto?

Nosso projeto, implantado em 2006, consiste na recuperação de informações e imagens que possam ajudar na reconstrução da história e recuperação da memória dos sindicatos que atuam em Conquista e região.

No dia 26, vamos instalar uma exposição fotográfica com os resultados parciais. A ideia é, a partir de painéis temáticos, mostrar um pouco mais da trajetória dessas entidades. Nosso foco são 19 sindicatos que tiveram atuação na segunda metade do século XX.

O que foi possível observar ao longo da pesquisa?

Conquista não está isolada do cenário nacional, mas temos demandas específicas dos sindicatos, muito próprias à nossa região, aos nossos trabalhadores. Essa história mais particular também não pode deixar de ser vista. O interessante é essa coleta de imagens e de informações que nos remete a uma história ao mesmo tempo nacional e local.

O Sindicato dos Bancários foi alvo da pesquisa. O que se observou?

Foi uma grata surpresa, porque foi o mais organizado e estruturado. É o que possui o maior número de informações e o maior número de imagens. Indica que houve um trabalho prévio de preservação dessa memória. O que para nós é muito importante.

Qual a contribuição esperada do projeto?

Que as pessoas possam visitar e se reconhecer nessa exposição e que isso, de alguma maneira, sirva para reforçar a noção de pertencimento dos trabalhadores. Que eles possam se enxergar nos movimentos sociais e refletir sobre a importância dessa história nas suas vidas e de seu sindicato. Que elas possam, a partir desta reflexão, reavaliar a sua atuação nos rumos da vida social.

Fonte: Bancários.com.br